Aeeeeeaaaaa chega maixxxxx brótheahhrrrr!!!

15 02 2011

CALOR HUMANO
Comecei a escrever sobre o comportamento do povo carioca e saiu tanta coisa que vou postar por partes.

Segue a primeira:

Já é senso comum que o carioca é um povo caloroso, hospitaleiro, comunicativo… Para o comitê organizador das olimpíadas é um povo ‘cheio de paixão’.

Bem, é verdade é que o carioca gosta de festa, é intenso (você acha que é exagero a interpretação dos atores nas novelas? Passe uns dias no Rio que você vai entender…), é comunicativo – não se assuste também se outro alguém entrar no meio do assunto qdo você estiver conversando com algum amigo. Vá a algum ensaio de escola de samba para se impressionar com aquele ambiente impressionante de gente feliz. Falarei mais disso nos próximos posts. Concordo que não podemos generalizar – já conheci carioca tímido. É raro, mas tem – mas tem algumas características comum à maioria das pessoas que moram na mesma cidade/região/bairro. Acho que uma característica de carioca, é que ele gosta (e é bom nisso) de bater papo.

Na cultura carioca, bater papo entra no lugar de se estressar quando o médico atrasa em 40 minutos seu atendimento que foi marcado com 3 meses de antecendência. Para mim, essa é a diferença entre carioca e paulista.

NO CONSULTÓRIO

Uma vez minha médica se atrasou 1h30!!!! Eu estava quase enfartando nos primeiros 15 minutos. Reclamei, esperneei, mas de nada adiantou. Ainda passaram uma velhinha que tinha marcado para à tarde mas ‘resolveu’ ir cedo. Como assim??? Nos ônibus, metrô, ninguém dá lugar para velhinho – não que eu concorde com isso, acho que temos de respeitar e muito os mais velhos – mas resolveram respeitas os mais velhos justo no consultório. Tudo bem. Resolvi entrar no clima.

Tinha duas mulheres conversando e volta e meia olhavam para mim, como se quisessem me incluir no assunto. Vesti a fantasia de carioca – sem sotaque pq nao consigo – e entrei na conversa. E não é que foi bom? Falamos de tudo, uma era funcionária pública, a outra bancária. Claro que conversar não resolveu meu problema, mas serviu para eu não me estressar – já que quase sempre não adianta reclamar por aqui, só eu seria prejudicado com menos anos de vida devido ao stress. Óbvio, que logo que entrei para ser atendido, reclamei à médica, mas tenho a sensação que ela não se importou muito…

Enfim, ainda me adaptando… Vamo que vamo!

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: