CARNAVAL DOS MORADORES

4 03 2011

É carnaval, época de festa e o Rio de Janeiro fica em polvorosa com tantos eventos acontecendo ao mesmo tempo. Tem gente que sai em dois blocos – metade em um depois vai no outro, ou emenda num terceiro… Enfim, quem gosta de blocos de carnaval, não pode reclamar. Mas como tudo na vida existem várias formas de se ver a mesma coisa.

Carnaval nem sempre é só alegria, principalmente para os moradores dos bairros onde ficam os hotéis e/ou por onde desfilam os blocos mais procurados. A cidade é invadida, mas não é pouca gente não. Só nos navios de cruzeiro, passarão pela cidade 60 mil turistas. É um Morumbi lotado. Fora os hotéis – são cerca de 25 mil quartos de hotéis + os turistas que alugam apartamentos de temporada, + quem faz bate e volta, enfim… é gente que não acaba mais. Esses turistas ficam na maioria em Copacabana, Ipanema e Leblon. Imagine os supermercados – que são poucos na Z. Sul, pequenos e sempre cheios. Claro que a velocidade dos caixas ajuda muito com a superlotação. Se eu tivesse muito dinheiro, abriria um supermercado na Z. Sul em que o atendimento fosse rápido, os caixas fossem focados e não conversassem entre si. Em dois meses quebraria todos concorrentes. Uma vez perguntei à moça do caixa se elas ganhavam comissão pelo tamanho da fila. Graças a Deus ela não entendeu a ironia e continuou sorrindo – sim, ela não entendeu mesmo.

Não tem aqueles hipermercados gigantes. Só na Z. Norte, Oeste e Barra. Resultado: superlotação. Percebi que nesta semana, estava td mundo estocando comida para evitar ter de fazer compra nesse período. E lanchonetes, restaurantes, metrô, calçadas? Tudo cheio. Caixa eletrônico de banco??? Nem pensar! Saque tudo antes que o $$ vai acabar.

E quanto ao xixi… Mais de 200 pessoas foram presas no pré-carnaval e até semana que vem outras tantas devem passar pela mesma situação. Banheiro tem, vários espalhados pelo circuitos de blocos. Mas sabe criança que não quer para de brincar na rua ou no play para ir ao banheiro e fica segurando até quase passar mal ou fazer nas calças mesmo? Então… a diferença para com os mijões de rua de carnaval é que eles não se seguram. E como beberam e perderam a vergonha, alguns nem canto escolhem pra fazer xixi, fazem onde querem. Mas vamos torcer para que neste ano a cidade fique menos suja depois disso tudo.

Vida de carioca não é fácil. Nessas épocas tudo fica mais caro e mais difícil. Imagine sua cidade sendo invadida e sua padaria impossível de se entrar, a farmácia sem condições, as ruas lotada de gente. Mesmo assim não vi ninguém reclamando, estão pensando só nas festas desses dias.

 Uma coisa achei interessante: As pessoas desejam às outras ‘’Feliz carnaval’’ como se fosse ‘’Feliz Natal’’ ‘’Feliz Ano Novo’’… engraçado… Então, feliz carnaval a você, divirta-se com resposabilidade, se for beber, pra quê passar mal e dar trabalho aos amigos? Seja razoável e beba até ANTES do seu limite.

Voltaremos com mais posts depois do carnaval. Até lá!

http://g1.globo.com/carnaval/2011/

Anúncios

Ações

Informação

3 responses

4 03 2011
Israel Morales

Boa idea vo a retirar dinheiro da caixa!
Abs.

4 03 2011
Luis Vaz Curvo

Boa Sidao… mas nós sobrevivemos ao caos do carnaval 😉

8 03 2011
Priscila

hahahahahahaha adorei!!! principalmente a ironia, ah e qdo for abrir um mercado e precisar de um sócio, me chama!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: